Sondagem

Ataque falhado a Gordon Brown prejudicou partido

Ataque falhado a Gordon Brown prejudicou partido

 

Lusa / AO online   Internacional   8 de Jan de 2010, 10:28

O ataque falhado à liderança de Gordon Brown no Partido Trabalhista afundou ainda mais o partido nas sondagens, afirma esta sexta-feira o diário britânico Sun, cujo apoio aos rivais Conservadores é público.
Dois antigos ministros sugeriram na quarta-feira a realização de um voto secreto dos deputados trabalhistas à liderança do partido para decidir se deve ser ou não Gordon Brown a conduzir o partido às eleições legislativas deste ano.

A iniciativa foi inviabilizada e criticada pela maioria dos principais ministros e dirigentes do partido e considerada uma “tempestade numa chávena de chá” pelo próprio primeiro-minstro.

Mas hoje o Sun publica uma sondagem onde 67 por cento dos inquiridos disse não ter qualquer confiança ou ter menos confiança nos Trabalhistas depois do ataque.

O inquérito, realizado pela YouGov entre as 16:00 horas de quarta-feira e as 12:00 horas de quinta-feira, vê os Conservadores subirem de 40 para 42 por cento em relação à sondagem anterior.

Já o Labour desceu de 31 para 30 por cento e os Democratas-Liberais de 17 para 16 por cento.

Este cenário, calculou o jornal, daria uma maioria de 74 lugares aos Conservadores, roubando o poder detido pelos Trabalhistas há 12 anos.

A data para as eleições legislativas ainda não foi confirmada, mas a maioria dos políticos e analistas esperam que seja a 6 de Maio, no mesmo dia das eleições locais.

O Sun, jornal de maior circulação no Reino Unido, retirou, após 12 anos, o apoio aos Trabalhistas [centro-esquerda] em Setembro de 2008 e passou para o lado dos Conservadores [centro-direita].

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.