Associação Novo Dia regista aumento de pedidos de abrigo

Associação Novo Dia regista aumento de pedidos de abrigo

 

Carolina Moreira   Regional   4 de Set de 2019, 09:53

Associação Novo Dia tem registado, nos últimos anos, um aumento do número de pedidos de abrigo por parte de pessoas em situação vulnerável, contudo salienta que o número de sem-abrigo na ruas de Ponta Delgada mantém-se inalterado

Para quem circula pela baixa de Ponta Delgada é evidente o aumento do número de mendigos que, nos últimos anos, fazem peditórios pela cidade. Estará esta realidade associada a um incremento do turismo ou poderá ser sintomática de um problema mais grave na nossa sociedade, como o aumento de pessoas sem-abrigo?

Hélder Fernandes, coordenador da Unidade Móvel da Associação Novo Dia, onde trabalha há 10 anos, afirma que “há um aumento do número de pedidos de pessoas que se encontram numa situação vulnerável ou numa condição de sem-abrigo”, contudo, “se falarmos de pessoas que se encontram a pernoitar nas ruas de Ponta Delgada, aí diria que o número tem-se mantido o mesmo, cerca de sete a dez pessoas no total”.


Ler mais na edição desta quarta-feira, 4 de setembro 2019, do jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.