Assembleia Geral do Santa Clara aprova orçamento de 100 mil euros para 2018/19

Assembleia Geral do Santa Clara aprova orçamento de 100 mil euros para 2018/19

 

Lusa/Ao online   Regional   5 de Out de 2018, 20:42

A Assembleia Geral do Santa Clara (CDSC) aprovou na quinta-feira um orçamento de 100 mil euros para a época 2018/2019, avançou esta sexta feira à agência Lusa o presidente do clube da I Liga de futebol.

Rui Cordeiro diz que a prioridade é cumprir a reestruturação financeira do clube, apesar de se ter registado um saldo negativo na época anterior.

"As contas foram negativas na ordem dos 163 mil euros, pelo pagamento das dívidas à administração tributária e ao fundo de garantia salarial e à amortização do passivo. Não existem receitas, existem despesas, temos o fisco em dia, segurança social em dia, fornecedores numa situação estável e essa é a realidade do Clube Desportivo Santa Clara", disse.

O presidente do clube que compete na I Liga de futebol, que é também presidente da SAD, assumiu ainda a existência de um passivo na ordem dos oito milhões de euros.

“O passivo do clube rondará os oito milhões de euros, dos quais 2,6 da SAD do Santa Clara, mas o que há a relevar é a trajetória de recuperação de saneamento financeiro que iniciámos no mandato anterior e que estamos a continuar neste mandato”, afirmou.

Na AG do Santa Clara, que decorreu na sede do clube, em Ponta Delgada, compareceram cerca de 70 sócios.

O orçamento serve essencialmente para assegurar “os custos da formação” e outras despesas como “água, luz e gás”, sendo que os custos da equipa profissional saem do orçamento da SAD.

Segundo Rui Cordeiro, segue-se agora a AG da SAD, que "deverá decorrer em novembro".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.