Banca

Anunciado acordo para salvar Citigroup

Anunciado acordo para salvar Citigroup

 

Lusa/AOonline   Economia   24 de Nov de 2008, 10:12

As autoridades federais norte-americanas anunciaram domingo à noite um plano de ajuda ao Citigroup, comprometendo-se a garantir pelo menos 306 mil milhões de dólares (242 mil milhões de euros) em activos, em troca de uma participação no banco.
Num comunicado conjunto, o Departamento do Tesouro e o regulador bancário FDIC anunciaram a conclusão de um acordo com o Citigroup para dar ao banco "um conjunto de garantias, de acesso a liquidez e a capitais".

    Segundo o acordo, as autoridades norte-americanas vão garantir "uma protecção contra a possibilidade de perdas importantes e pouco habituais de um conjunto de activos no valor de 306 mil milhões de dólares".

    Trata-se de produtos financeiros complexos relacionados com créditos hipotecários que se desvalorizaram com a crise e que actualmente não se conseguem vender nos mercados.

    Estes activos, apesar de garantidos pelo Estado federal, "permanecerão nas contas do Citigroup", segundo o comunicado.

    Em troca, o Citigroup comprometeu-se a emitir acções preferenciais para permitir uma participação do Tesouro e da FDIC.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.