Clima

Antártida estava coberta de florestas há 50 milhões de anos

Antártida estava coberta de florestas há 50 milhões de anos

 

Lusa/AO online   Internacional   2 de Ago de 2012, 15:17

O continente gelado da Antártida estava coberto por florestas há mais de 50 milhões de anos, revelaram cientistas, que em 2010 participaram numa expedição ao fundo do mar nesta região.

Perfurações realizadas pelos cientistas ao largo da costa oriental da Antártida permitiram recuperar fósseis de pólenes provenientes de uma floresta "semi-tropical", que cobria o continente entre 34 a 56 milhões de anos atrás.

Análises de moléculas sensíveis à temperatura mostram que, naquele período, as temperaturas atingiam os 20 graus celsius, disse Kevin Welsh, um cientista australiano que participou na expedição, da qual resultou um estudo agora publicado pela revista britânica ‘Nature’.

"Havia florestas e não gelo e as temperaturas eram amenas", acrescentou.

Os investigadores garantem que os elevados níveis de dióxido de carbono na atmosfera tinham origem no calor e na inexistência de gelo na Antártida e estimam que, na altura, a concentração de CO2 se situava entre os 990 e "alguns milhares" de partes por milhão (ppm).

Atualmente, a taxa de concentração está avaliada em 395 ppm e as previsões mais radicais do painel intergovernamental para as alterações climáticas (IPCC, sigla em inglês) projetam novo degelo "no final do século", lembra o cientista da Universidade de Queensland.

O investigador considerou que as descobertas "são muito significativas" para a compreensão das alterações climáticas futuras, nomeadamente no que respeita à importância da Antártida e das reservas de água armazenadas à superfície sob a forma de gelo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.