Américo Natalino Viveiros quer dar "novo rumo" ao partido a pensar em 2008


 

Lusa/ AO   Regional   23 de Out de 2007, 06:27

O antigo secretário regional da Habitação, Américo Natalino Viveiros, apresentou hoje a sua candidatura à liderança do PSD/Açores, com o objectivo de “dar um novo rumo ao partido” para ganhar as eleições regionais de 2008.
“Este sentimento deriva do partido não estar melhor do que estava há dois anos atrás”, com a liderança de Carlos Costa Neves, explicou Américo Natalino Viveiros, na apresentação pública da sua candidatura.

    O antigo governante açoriano falava num hotel de Ponta Delgada, perante algumas dezenas de apoiantes, com vista às primeiras eleições directas no PSD/Açores, agendadas para 09 de Novembro.

    Na corrida está, ainda, Carlos Costa Neves, eleito em Congresso Regional há cerca de dois anos, que apresenta também hoje a sua recandidatura à presidência do maior partido da oposição no Arquipélago.

    Américo Natalino Viveiros garantiu que pretende ganhar as “directas” de Novembro porque tem um “projecto novo para os Açores”, em alternativa à governação socialista.

    “Quero ganhar agora o PSD e os seus militantes para, depois, ganhar a Região”, salientou o ex-secretário regional da Habitação e Obras Públicas, para quem o “Governo do PS está gasto”.

    A pensar nas “regionais” do próximo ano, adiantou que pretende um partido nas ilhas “forte, dinâmico, com ideias, com projectos e políticas capazes de mudar as atitudes dos cidadãos perante a política e os partidos”.

    Alertou, porém, que o “motor desta mudança” tem de ser o PSD e, por isso, defendeu que os militantes, ao nível de cada concelho, devem participar na escolha dos futuros candidatos social-democratas a lugares electivos.

    Comprometeu-se, caso seja eleito, a “chamar os melhores” para colaborar com o PSD/Açores na elaboração de novas políticas mas mantendo o estatuto de independentes.

    “Chamarei o melhores, os mais capazes, para ajudar o PSD na abertura deste novo ciclo que se inicia agora e que terá o seu auge nas eleições de 2008”, afirmou Américo Natalino Viveiros.

    Além disso, garantiu que pretende um “amplo debate público” sobre as propostas a apresentar aos açorianos e comprometeu-se a realizar, em 2008, três convenções sobre Educação e Juventude, um novo modelo de desenvolvimento e política social e das famílias.

    “Destas convenções sairá o projecto do Programa de Governo com que o PSD irá vencer as eleições de 2008”, disse Américo Natalino Viveiros, ao assegurar que a sua candidatura recolheu 900 assinaturas de militantes.

    “Eu sou capaz de romper este ciclo de desgraça em que vive o PSD”, salientou o candidato social-democrata, que pretende, caso seja eleito, reunir-se com outros candidatos, a seguir às directas, para preparar o Congresso que se inicia a 30 de Novembro, na Ilha de São Miguel.

    Com isso, Américo Natalino Viveiros pretende que a reunião-magna dos sociais-democratas açorianos decorra “num espírito de unidade plena e que os dirigentes a eleger reflictam o pluralismo do PSD”.

    No último Congresso Regional do PSD, que elegeu Carlos Costa Neves, a moção de estratégia do antigo secretário regional dos governos de Mota Amaral recolheu cerca de 35 por cento dos votos dos delegados.

    O prazo para apresentação de candidaturas à liderança dos social-democratas açorianos termina quinta-feira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.