Chile/Sismo

Ajuda internacional chega ao Chile


 

Lusa / AO online   Internacional   2 de Mar de 2010, 10:26

A ajuda internacional começou esta terça-feira a chegar ao Chile, onde 7000 soldados foram destacados para as regiões destruídas pelo sismo de sábado e quatro cidades estão sob recolher obrigatório para impedir as pilhagens.
A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, deve chegar hoje ao Chile com uma primeira ajuda dos Estados Unidos de 20 telefones satélite, uma necessidade definida pelas autoridades chilenas como prioritária dados os avultados danos sofridos pela rede de telecomunicações.

A visita inclui encontros com a presidente chilena, Michelle Bachelet, e com o presidente eleito, Sebastián Piñera, mas o gabinete de Clinton não excluiu que a secretária de Estado visite alguma das zonas sinistradas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.