Açores vão ter primeiro parque de arvorismo nas Furnas

Açores vão ter primeiro parque de arvorismo nas Furnas

 

Lusa/AO Online   Regional   18 de Jul de 2019, 11:23

O Governo dos Açores vai concessionar a privados um terreno na margem norte da lagoa das Furnas, na ilha de São Miguel, para instalar o primeiro parque de arvorismo do arquipélago, que pretende valorizar a floresta.

A autorização para concessionar a privados, por um período de 10 anos, uma área de 1,6 hectares, correspondente a uma parcela de terreno incluída na Mata da Grená (concelho da Povoação), foi publicada esta quinta-feira em Jornal Oficial e resulta de uma decisão aprovada no último Conselho de Governo, que se reuniu na ilha do Pico.

De acordo com a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, trata-se do “primeiro parque de arvorismo dos Açores” e pretende contribuir para “a promoção da floresta e para a diversificação da oferta turística”, permitindo também criar “novos postos de trabalho”.

Numa nota enviada às redações, o executivo acrescenta que o lançamento do concurso público será publicado “já na próxima semana, para que os interessados possam concorrer e o projeto possa ser concretizado”.

“Além da valorização e da divulgação do espaço florestal, a instalação do primeiro parque de arvorismo dos Açores junto à lagoa das Furnas tem precisamente o intuito de diminuir a grande pressão turística aí existente e criar pontos de interesse alternativos, permitindo, assim, salvaguardar as espécies florestais”, sublinha a nota do executivo açoriano.

O arvorismo é uma atividade física radical que consiste na travessia de um percurso suspenso entre plataformas montadas nas copas das árvores, ultrapassando vários tipos de obstáculos, como, por exemplo, escadas ou pontes suspensas utilizando cabos de aço e cordas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.