Turismo

Açores com quebra de 4,8 por cento nas dormidas

Açores com quebra de 4,8 por cento nas dormidas

 

Lusa / AO online   Regional   9 de Ago de 2010, 19:02

O número de dormidas nos estabelecimentos hoteleiros dos Açores caiu 4,8 por cento no primeiro semestre deste ano, apesar da subida de 1,4 por cento verificada em Junho, revelou esta segunda-feira o Serviço Regional de Estatística (SREA).
Entre Janeiro e Junho, os hotéis, apartamento turísticos, pousadas, pensões e estalagens do arquipélago registaram 431 500 dormidas, devendo-se a quebra registada face ao período homólogo de 2009 à redução da procura por estrangeiros.

Nos primeiros seis meses de 2010, as dormidas proporcionadas por hóspedes nacionais subiram 6,1 por cento, enquanto as de visitantes estrangeiros caíram 14,9 por cento, segundo o SREA.

Em termos de receitas totais, verificou-se na primeira metade deste ano uma quebra de 3,9 por cento, para 20,2 milhões de euros.

O rendimento médio por quarto apurado para o primeiro semestre do ano na hotelaria açoriana foi de 19,5 euros, o que corresponde a uma variação homóloga negativa de 3,5 por cento.

Entre Janeiro e Junho, as maiores quebras nas dormidas foram registadas nas ilhas de S. Jorge (14,6 por cento), S. Miguel (8,7) e Terceira (6,8).

Em sentido contrário, registaram uma evolução positiva as ilhas Graciosa (105,6 por cento), Flores (38,8), Pico (25,2), Santa Maria (18) e Faial (6,8).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.