Açores com menor número de abortos

Açores com menor número de abortos

 

Daniela Braga Correia   Regional   20 de Mar de 2010, 15:00

De um total de 18951 abortos registados em 2009, apenas 56 foram realizados no Hospital da Horta, na ilha do Faial, o que confere à Região Autónoma dos Açores a percentagem mais baixa no que respeita à Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG).
Segundo a Agência Lusa, o relatório divulgado pela Divisão de Saúde Reprodutiva da Direcção-Geral de Saúde revela que os estabelecimentos de saúde de Lisboa e Vale do Tejo têm 54,53 por cento dos registos de IVG, ou seja, 10 672 casos. Pelo contrário, os Açores registam apenas 0,30 por cento, isto é, 56 casos.

Contudo, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria Regional da Saúde, 108 mulheres residentes nos Açores optaram, no ano passado, por interromper voluntariamente a gravidez em unidades hospitalares do continente.

O relatório informa igualmente que 96,83 por cento dos abortos foram realizados por opção da utente, sendo que 2,6% das interrupções tiveram lugar devido a doença grave ou malformação do feto; 0,44% por perigo de morte ou de grave lesão para a saúde físico-psíquica da mulher e , por último, 0,08% por ser uma gravidez resultante de violação. Entre as mulheres que recorreram, por opção, a uma Interrupção Voluntária da Gravidez, 65,23 por cento tinham entre 20 e 34 anos e 39,78 por cento não tinham qualquer filho. Somente três mulheres tomaram esta opção, com idade igual ou superior a 50 anos.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de Domingo,
Dia 20 de Março de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.