Abertura de 954 concursos para trabalhadores na Administração Pública

Abertura de 954 concursos para trabalhadores na Administração Pública

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   28 de Fev de 2019, 16:14

O Governo dos Açores, através da vice-presidência, aprovou o mapa anual global consolidado de recrutamento para os serviços e organismos da administração regional em 2019.

Os concursos vão permitir o preenchimento de 954 lugares, correspondendo à satisfação de necessidades permanentes dos diversos serviços e organismos regionais.

Um despacho publicado em Jornal Oficial revela o número de lugares, por carreira, natureza do vínculo de emprego público e respetivo departamento regional, nos termos da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, adianta nota do executivo.


Desta forma, dos 954 novos concursos para a Administração Pública Regional, 680 correspondem a contratos de trabalho por tempo indeterminado, sendo que 254 são a termo certo, considerando as necessidades de substituição temporária, entre outras situações.


Em termos de carreiras, o Governo dos Açores refere que as novas vagas são destinadas a 377 assistentes operacionais, 240 técnicos superiores, 165 assistentes técnicos, 69 enfermeiros, 26 médicos, 25 técnicos de informática e 15 terapeutas da fala, entre outras.


Por outro lado, o executivo está a promover e a reforçar a estabilidade laboral nos organismos públicos, destacando-se as áreas da educação, saúde e agricultura.


Assim, entre as 954 vagas, 303 são no setor da educação, sendo 168 para assistentes operacionais, 55 para técnicos superiores, 45 para assistentes técnicos e 17 para técnico de informática, entre outras.


Na saúde, estão a concurso 197 vagas nas Unidades de Saúde de Ilha dos Açores, correspondentes, entre outras, a 69 vagas para enfermeiros, 26 para médicos, 52 para assistentes operacionais, 15 para técnicos superiores, 20 para assistentes técnicos e oito para fisioterapeutas.


Para o setor agrícola estão destinados 155 novos concursos, essencialmente para 87 assistentes operacionais, 37 para técnicos superiores e 29 para a carreira de assistente técnico.


No que se refere a assistentes operacionais, carreira transversal a todos os departamentos da Administração Pública, o executivo vai contratar 220 só este ano, ultrapassando o compromisso assumido, tendo em vista a contratação, até ao final da legislatura, de 200 assistentes operacionais para os setores da educação e da saúde.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.