Zona da estação de metro de Maelbeek evacuada, relatos de detonação em Schuman


 

Lusa/AO Online   Internacional   22 de Mar de 2016, 07:10

A zona junto à estação do metropolitano de Maelbeek, em Bruxelas, muito próximo da Comissão Europeia e onde terá ocorrido uma explosão, foi hoje evacuada e o perímetro de segurança aumentado, constatou a Lusa no local.

A Lusa assistiu no local às pessoas a saírem da estação e a serem transportadas de maca, sendo o dispositivo grande, quer a nível de policiamento, quer de ambulâncias.

“Circulem, circulem, ninguém pode ficar no local”, repetem constantemente as autoridades.

Ainda na zona do último incidente, a Lusa tentou obter mais informações, mas as autoridades escusam-se a adiantar mais informações.

No entanto, corre a informação, não oficial, de que poderão existir quatro mortos.

A Lusa assistiu ainda cerca das 09:40 em Bruxelas (08:30 em Lisboa) a uma senhora a ser amparada pelas autoridades, em estado de choque e com ferimentos ligeiros.

As autoridades aumentaram ainda o perímetro de segurança naquela zona do metro de Maelbeek, a uma estação da Comissão Europeia, estendendo até à Praça Marie-Louise, a cerca de 550 metros.

Entretanto, a Lusa falou com uma testemunha que estava em contacto com um amigo que se encontrava no metro de Maelbeek e que “sentiu a explosão e o vento a chegar-lhe à cara e a ficar cheio de sangue”.

A Lusa viu ainda outra senhora a correr para fora do local, ligeiramente ferida, com o cabelo chamuscado e a roupa bastante suja, escusando-se a falar com os jornalistas adiantando apenas que queria apanhar um táxi.

Segundo a rádio belga, terá ocorrido uma outra explosão no metro na estação de Schuman, junto ao edifício da Comissão Europeia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.