Autárquicas

Vítor Fraga acusa executivo de Ponta Delgada de “encolher os ombros”

Vítor Fraga acusa executivo de Ponta Delgada de “encolher os ombros”

 

Lusa/AO Online   Regional   20 de Set de 2017, 12:24

O candidato do PS à Câmara Municipal de Ponta Delgada, Vítor Fraga, acusou o atual executivo municipal, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, de “encolher os ombros” perante os problemas com que o concelho é confrontado.


“O que mais temos visto é o atual executivo encolher os ombros nas questões sociais, económicas, ao nível da recolha dos resíduos sólidos e mobilidade urbana”, declarou à agência Lusa o candidato independente, no âmbito de uma ação de campanha, nos Arrifes, freguesia considerada a maior ‘bacia leiteira’ dos Açores.

Vítor Fraga frisou que “todas as dificuldades” que o concelho atravessa “nunca são com a câmara municipal”, afirmando que assumirá “cada dificuldade como uma oportunidade de melhorar e envolver todos os agentes para encontrar a melhor solução que sirva todos os cidadãos”.

Para o candidato, este não é o momento para “frases ocas”.

Se for eleito para a presidência do município a 01 de outubro, o PS aplicará um projeto que “reflete uma visão estratégica agregadora das 24 freguesias do concelho” e “acolhe as atividades económicas como parte fundamental do seu desenvolvimento”.

“A agricultura não pode ser descurada, assim como outros setores de atividade, e a câmara não pode encolher os ombros pensando que tudo o que se passa, mesmo do ponto de vista económico, não tem nada a ver com ela”, declarou o cabeça de lista.

Vítor Fraga pretende que o município seja um “parceiro ativo” de todos os agentes económicos, uma vez que o desenvolvimento “irá contribuir para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos” do concelho.

O candidato salientou a importância de implementar a iniciativa Simplex Agricultura, que visa licenciar todas as explorações agrícolas existentes no concelho em dois anos.

O cabeça de lista considerou esta uma “medida de capital importância” que irá possibilitar a legalização das explorações agrícolas, que ficarão de acordo com as normas exigidas, contribuindo-se, assim, também para o desenvolvimento do setor de uma forma mais sustentada.

Vítor Fraga deixou ainda o compromisso de “trabalhar com todas as entidades que estão envolvidas neste processo para criar melhores caminhos agrícolas e acessibilidades terrestres às explorações e se contribua, também, para um melhor desempenho da atividade dos produtores”.

São candidatos à Câmara Municipal de Ponta Delgada, além de Vítor Fraga, José Manuel Bolieiro (atual presidente, pelo PSD), Bruna Almeida (CDS-PP/PPM), Kol de Carvalho (BE), Rui Teixeira (CDU), Pedro Neves (PAN) e José Azevedo (Livre).




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.