Vítimas de cólera não identificadas serão entrerradas em valas comuns

Vítimas de cólera não identificadas serão entrerradas em valas comuns

 

Lusa   Internacional   24 de Out de 2010, 21:45

As vítimas da epidemia de cólera no Haiti que não foram reclamadas ou identificadas, serão enterradas em valas comuns, informou hoje o director-geral do ministério da Saúde Pública e População, Gabriel Timothée

“Decidimos enterrar em valas comuns os cadáveres de pessoas não identificadas que morreram da epidemia em Grande Saline”, a região que registou mais vítimas mortais até agora, afirmou Timothée, citado pela agência France Presse.

Pelo menos 43 pessoas morreram nas últimas horas vítimas de cólera em Artibonite, no norte do Haiti, aumentando para 253 o número de mortos, segundo números avançados por fontes sanitárias, que investigam mais cinco casos suspeitos de epidemia na capital haitiana, Port-Au-Prince.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.