EUA

Viktor But considerado um dos homens mais perigosos do mundo


 

Lusa/AO online   Internacional   19 de Nov de 2010, 11:30

Viktor But, o presumível traficante de armas extraditado da Tailândia para os Estados Unidos, é um dos homens mais perigosos do mundo, segundo um polícia da agência norte-americana antidroga (DEA), que participou na operação.
“Ele armou grupos terroristas, exércitos rebeldes, mas também cartéis da droga em todo o mundo”, afirmou Michael Braun, durante uma entrevista que será difundida no domingo pela cadeia televisiva CBS.

But “coloca armas nas mãos das crianças soldado em África”, acrescentou.

Viktor But, de 43 anos, declarou-se não culpado perante um tribunal em Nova Iorque, na quarta-feira, no dia seguinte à sua chegada aos EUA, após a extradição da Tailândia.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo inicialmente qualificou a extradição de “ilegal”, mas depois rectificou o tiro, assegurando na quinta-feira que não é o “advogado” de But nos EUA.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.