Madeira

Vigilantes da Natureza preservam biodiversidade nas ilhas Selvagens

Vigilantes da Natureza preservam biodiversidade nas ilhas Selvagens

 

Lusa / AO online   Nacional   3 de Ago de 2010, 11:21

As ilhas Selvagens, o ponto mais a Sul do território português, são consideradas santuário da natureza devido à sua biodiversidade e cuja preservação os Vigilantes da Natureza do Parque Natural da Madeira (PNM) têm desempenhado um papel importante.
Equipas de dois Vigilantes da Natureza, que se revezam de 22 em 22 dias, mantêm preservado o arquipélago das Selvagens onde pontifica uma flora e fauna que fazem parte da Rede Natura 2000.

Na sua biodiversidade, sobressai a cagarra, uma ave que outrora correu o risco de extinção devido à caça intensiva, e que, hoje, é emblematicamente exibida como troféu da causa da defesa do património natural.

Carlos Santos, um dos Vigilantes da Natureza que há 14 anos calcorreia e fiscaliza o meio natural, disse à agência Lusa que “ser Vigilante da Natureza nas ilhas Selvagens, naturalmente devido à distância e ao isolamento, pode tornar-se um bocado complicado para quem não abraçou este tipo de profissão”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.