Venezuela avança a “grande velocidade” na erradicação da fome

Venezuela avança a “grande velocidade” na erradicação da fome

 

Lusa/AO Online   Internacional   17 de Out de 2010, 08:39

O representante da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Alfredo Roberto Missair, considerou hoje que a Venezuela é um exemplo para a América Latina por avançar a «grande velocidade» na erradicação da fome.

“O que a Venezuela está a conseguir na área da alimentação é um exemplo que tem de ser tido em conta na região”, disse, durante uma ação de distribuição de alimentos a baixos preços, por ocasião do Dia Mundial da Alimentação, em Caracas.

Através de vários programas de distribuição de alimentos, a Venezuela reduziu para 3,2 por cento o indicador de subnutrição no país, em crianças com menos de cinco anos, que em 1990 era de 7,7 por cento, acrescentou.

“Se continuar assim, a Venezuela vai poder anunciar ao mundo, no ano de 2015, que superou amplamente a meta (…) estamos na direção correta e a grande velocidade para alcançá-la”, sublinhou.

Missair frisou que em alguns países da América Latina a subnutrição atinge 50 por cento da população infantil.

“Falamos de um direito fundamental, é algo inerente à condição humana e do bem-estar, é uma necessidade fundamental e a Venezuela está a cumprir, está a superar a meta nesse sentido”, afirmou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.