Vendas da McDonald's caem em outubro pela primeira vez desde 2003


 

lusa/AO online   Economia   9 de Nov de 2012, 08:02

A cadeia de restauração McDonald's anunciou uma quebra nas vendas de 1,8 por cento (%) em outubro, o que não acontecia desde março de 2003, refletindo o aumento da concorrência e os efeitos da crise económica.

A maior cadeia de 'fast food' do mundo informou que as receitas dos restaurantes abertos há pelo menos 13 meses caíram 1,8% em outubro, o que não acontecia há quase uma década, de acordo com a agência Associated Press.

Em outubro, as vendas caíram 2,2% nos Estados Unidos e na Europa, enquanto na região da Ásia, Médio Oriente e África, cederam 2,4% no mesmo período.

O presidente executivo da McDonald’s, Don Thompson, justificou esta queda com “as mudanças do mercado global”, adiantando que na Europa, que representa 40% do negócio do grupo, está a preparar o lançamento de novos menús, com maior variedade de preços, para responder às dificuldades económicas.

Já na Ásia, a McDonald’s pretende diferenciar-se da concorrência com a oferta de menus adaptados ao gosto local.

Após anos à frente dos rivais, a McDonald’s tem vindo a ressentir-se dos ‘ataques’ da concorrência, como a Burguer King, que tem vindo a investir em campanhas publicitárias, no relançamento de marcas e produtos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.