Vasco Cordeiro diz ser preciso valorizar queijo de São Jorge após recuperação de cooperativa

Vasco Cordeiro diz ser preciso valorizar queijo de São Jorge após recuperação de cooperativa

 

Lusa/AO Online   Regional   8 de Ago de 2016, 12:55

O líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro, disse hoje que após a "recuperação financeira" da cooperativa Uniqueijo, em São Jorge, é necessário apostar na valorização do queijo da ilha.

O dirigente socialista, que visitou esta manhã as instalações da Uniqueijo, afirmou que foi o Governo Regional do PS que permitiu a "recuperação" e a "estabilização financeira" daquela cooperativa de laticínios, que, há quatro anos, estava a atravessar graves dificuldades.

"É preciso não esquecermos que o setor cooperativo em São Jorge vem de uma situação particularmente difícil, particularmente complicada", referiu Vasco Cordeiro, acrescentando que o executivo deu então uma "orientação muito clara" de que tinha de haver uma "responsabilidade partilhada" na gestão da cooperativa.

Vasco Cordeiro, que preside também ao Governo dos Açores, admitiu, no entanto, que o processo de recuperação financeira da Uniqueijo nem sempre terá corrido da melhor forma, mas sublinhou que "tudo foi feito para levantar o setor para cima".

"Se tomarmos como referência a situação que havia no setor há quatro anos e a situação que há hoje, podemos dizer que este foi um caminho que produziu bons resultados para o setor cooperativo. Se me perguntar se foi tudo bem feito, obviamente que não", reconheceu o dirigente socialista, cabeça de lista pelo círculo de São Miguel às eleições regionais de outubro e recandidato à presidência do executivo açoriano.

O líder regional do PS entende ser necessário apostar agora na valorização do queijo de São Jorge produzido pela Uniqueijo.

"É necessário passarmos agora uma fase em que, com maior evidência, podemos avançar para outras áreas de valorização do produto, de melhoria das condições de produção, e de melhoria de todo o contexto de custos, de forma a podermos, melhorando o rendimento dos produtores de leite em São Jorge, reforçar a economia" da ilha, sublinhou.

O Governo dos Açores e a Uniqueijo assinaram em 2013 um protocolo de cooperação com vista à "recuperação financeira da cooperativa", que estava a atravessar dificuldades, com dívidas a fornecedores e aos produtores da ilha.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.