Vasco Cordeiro diz que todas as medidas de apoio aos agricultores são bem-vindas

Vasco Cordeiro diz que todas as medidas de apoio aos agricultores são bem-vindas

 

Lusa/AO Online   Regional   24 de Set de 2015, 16:31

O presidente do Governo Regional dos Açores considerou hoje que "são bem-vindas" todas as medidas que ajudem os agricultores açorianos a ultrapassar a atual crise, mas lamentou a atuação do Governo da República.

“Quer no caso do pagamento por conta, quer no caso do pagamento especial por conta estamos apenas a diferir, a adiar o pagamento daquilo que em sede de liquidação final deste imposto pode ser devido”, afirmou Vasco Cordeiro aos jornalistas, após uma audiência com um grupo de investidores, em Ponta Delgada.

Na quinta-feira o dirigente da Federação Agrícola dos Açores revelou que o setor deverá ver suspenso, até final do ano, o pagamento especial por conta, na sequência de um compromisso de princípio assumido pelo Governo da República.

“Não faz qualquer tipo de sentido estar a pagar de forma antecipada este montante. Ficou o compromisso [numa reunião de terça-feira, com a ministra da Agricultura], bem acolhido também pelo primeiro-ministro, de que possivelmente irá haver suspensão do pagamento especial por conta de todos os produtores de leite a nível nacional e regional”, disse Jorge Rita.

Para Vasco Cordeiro, “todas as medidas são bem-vindas desde que ajudem os agricultores açorianos a ultrapassar esta fase”, que “teria sido muito melhor se essa medida significasse ou recursos financeiros a entrarem nas explorações ou uma diminuição dos custos das explorações”.

“O que essa medida quer dizer é que aquilo que não for pago agora será pago mais tarde”, afirmou o chefe do executivo açoriano, que esperava que a suspensão do pagamento especial por conta tivesse sido hoje anunciada após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa.

Vasco Cordeiro disse ainda que seria importante que a medida se traduzisse num esforço do Governo da República, algo que não ocorre porque “mexe apenas com recursos da região, uma vez que as receitas fiscais são receitas da região”.

“É uma medida que tem o valor que tem, sendo certo que se vem juntar a um conjunto de outras medidas tomadas pelo Governo Regional e que se destinam a apoiar os agricultores açorianos”, referiu Vasco Cordeiro.

Questionado sobre a possibilidade de os agricultores açorianos se manifestarem na rua, face ao descontentamento existente na sequência de “cenários dramáticos de descapitalização” de muitos lavradores, Vasco Cordeiro apenas disse que se trata de um direito constitucionalmente consagrado e às entidades públicas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.