Vasco Cordeiro diz que não colocou hipótese de uso militar da Base das Lajes por outros países

Vasco Cordeiro diz que não colocou hipótese de uso militar da Base das Lajes por outros países

 

Lusa/AO online   Regional   28 de Jan de 2015, 15:50

O presidente do Governo Regional dos Açores disse que nunca colocou a possibilidade da Base das Lajes ter uso militar por outra entidade que não os Estados Unidos, escusando-se a comentar diretamente as declarações do ministro da Defesa.

 

As posições de Vasco Cordeiro foram assumidas numa conferência de imprensa em São Bento, quando questionado sobre as afirmações de José Pedro Aguiar-Branco, que em entrevista à Rádio Renascença criticou a ideia de permitir a utilização das Lajes pela China, como alternativa aos cortes anunciados pelos Estados Unidos da América.

"As relações geoestratégicas mundiais, nomeadamente no âmbito do que são as nossas alianças de defesa, não são tratadas com essa ligeireza", declarou o ministro da Defesa.

A este propósito, o presidente do executivo açoriano convidou os jornalistas "a revisitarem" as suas declarações na entrevista à RTP1 e à saída da audiência com o Presidente da República.

"Algumas das coisas que vi relatadas sobre essas declarações não correspondem ao que foi dito", afirmou Vasco Cordeiro.

Neste contexto, o presidente do Governo Regional dos Açores advertiu nunca ter colocado a hipótese da base militar das Lajes poder vir a ter uso militar por outros países.

"As declarações do senhor ministro da Defesa têm a ver diretamente com a possibilidade de utilizar a base militar por outras entidades, ora esta possibilidade, conforme tive o cuidado de referir quer na entrevista, quer nas declarações, julgo que não é uma possibilidade que se coloque neste momento", sublinhou, dizendo não querer fazer mais comentários.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.