Vasco Cordeiro destaca “grande vitória” do PS nos Açores

Vasco Cordeiro destaca “grande vitória” do PS nos Açores

 

Lusa/AO online   Regional   2 de Out de 2017, 00:23

O líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro, destacou hoje a “grande vitória” do partido no arquipélago, onde conquistou 12 dos 19 municípios, e o aumento de votação nas câmaras e assembleias de freguesia, que demonstra a “crescente implantação no poder local do partido”.

“(…) O PS teve uma grande vitória nestas eleições autárquicas, alcançando 12 câmaras municipais em 19 e aumentando a sua votação num conjunto de câmaras, aumentando a sua votação também ao nível de assembleias de freguesia”, afirmou Vasco Cordeiro.

O presidente do PS/Açores falava aos jornalistas na sede regional do partido, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, quando ainda não era conhecido o resultado oficial do escrutínio para o concelho de Ponta Delgada.

Vasco Cordeiro apontou os resultados nas Lajes das Flores, São Roque do Pico, Angra do Heroísmo, Lagoa, Vila Franca do Campo, Povoação e Velas, para acrescentar que estas são “circunstâncias que dão bem nota – isto a par do reforço de votação para assembleias de freguesia – da crescente implantação ao nível do poder local do PS”.

“Assumimos este resultado com satisfação, mas também com a consciência muito clara daquilo que esse resultado implica, honrar a confiança que foi depositada em nós, no PS, e trabalhar para cumprir cada um dos compromissos que foram assumidos nestas eleições”, salientou.

Antes, Vasco Cordeiro saudou o “povo açoriano pela forma globalmente ordeira, tranquila” como decorreram as eleições autárquicas, os candidatos “que foram a voz e a cara do PS”, para referir ainda a candidatura independente à Câmara da Calheta, liderada por Décio Pereira, que o partido apoiou.

“Gostaria também de dirigir uma saudação ao secretário-geral do PS, António Costa, e ao presidente do PS, Carlos César, por uma das melhores e maiores vitórias que o PS alcançou a nível nacional nestas eleições”, adiantou o dirigente socialista, que saudou ainda todos os eleitos, todos os partidos e todos os movimentos de cidadãos.

Para Vasco Cordeiro, “se é importante o trabalho daqueles que lograram alcançar sucesso nas suas candidaturas, não menos importante é o trabalho daqueles que não tendo logrado alcançar sucesso, contribuirão, ao nível das assembleias municipais, das camas municipais e das assembleias de freguesia para o desenvolvimento de cada uma das” comunidades.

Questionado sobre o facto de o PS ter perdido para o PSD o município do Nordeste, Vasco Cordeiro reconheceu que a derrota é sua enquanto líder partidário, da mesma forma que se deve retirar as consequências “para as situações em que houve sucesso”.

Sobre a derrota em Ponta Delgada, maior município dos Açores, Vasco Cordeiro realçou a campanha que “prestigia o PS, com propostas, com ideias de futuro, com medidas concretas”, mas “os eleitores decidiram soberanamente que não era esse o caminho que queriam seguir”, pelo que resta ao PS “respeitar esse julgamento e honrar a confiança daqueles” que votaram no partido.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.