Vasco Cordeiro considera "adequada" recondução do Representante da República para os Açores

Vasco Cordeiro considera "adequada" recondução do Representante da República para os Açores

 

LUSA/AO online   Regional   4 de Mar de 2016, 14:19

O presidente do Governo dos Açores considerou hoje que a recondução de Pedro Catarino como Representante da República para a região é "adequada", uma vez que a extinção do cargo reúne consenso entre os partidos na região

"Tendo em conta o consenso generalizado que na região existe quanto à extinção do cargo de Representante da República, julgo que o senhor Presidente da República, com conhecimento deste facto, terá tido isso em conta e essa parece-me uma solução mais adequada e mais razoável, tendo em conta que, a prazo, se chegará a uma situação de extinção do cargo", afirmou Vasco Cordeiro, em declarações aos jornalistas, em Angra do Heroísmo, ilha Terceira, à margem de uma audiência com o autarca do município.

Num comunicado enviado à agência Lusa, o gabinete de Marcelo Rebelo de Sousa anunciou, na quarta-feira, que o Presidente da República eleito iria formalizar a nomeação dos representantes da República nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, mantendo nos cargos respetivamente Pedro Catarino e Ireneu Cabral Barreto.

Em maio de 2015, nas comemorações do Dia da Região Autónoma dos Açores, o presidente do Governo Regional defendeu a extinção do cargo de Representante da República nas regiões autónomas.

No início deste ano, Vasco Cordeiro reuniu com os diferentes partidos com representação parlamentar para discutir a possibilidade de uma reforma autonómica e a extinção do cargo mereceu consenso.

O atual Presidente da República, Cavaco Silva, homenageou recentemente os representantes das duas regiões autónomas e defendeu que a sua extinção seria "extremamente gravosa".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.