Vasco Cordeiro apela à união para desenvolver os Açores

Vasco Cordeiro apela à união para desenvolver os Açores

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Dez de 2012, 16:52

O presidente do Governo dos Açores apelou, na sua mensagem de Natal, à união dos residentes e das instituições públicas e privadas do arquipélago para levar a região "para a frente", apesar das dificuldades vindas "de fora".

No texto, enviado à comunicação social, Vasco Cordeiro admite que os desafios a enfrentar nesta altura “são muitos e são grandes”, mas sublinha que os açorianos não devem recear a adversidade e os contratempos, mas apenas o desânimo e a divisão de forças.

“É com a esperança e com a confiança que se renova neste Natal que temos de trabalhar para levar os nossos Açores para a frente, apesar das dificuldades que nos chegam de fora”, refere o chefe do executivo.

A resistência para enfrentar o atual cenário de crise, acrescenta, só será conseguida se as entidades públicas e privadas e os açorianos se unirem e derem “o melhor de si, do seu esforço, da sua competência e da sua dedicação”.

Vasco Cordeiro, eleito há cerca de dois meses, salienta ser necessário manter a confiança na capacidade de se construir soluções para as famílias açorianas afetadas pelo desemprego, de melhorar a situação das empresas, de apoiar os idosos e de fazer dos Açores uma região “mais moderna, mais desenvolvida e mais solidária”.

“Ninguém pode estar à margem deste desígnio de fazer os Açores vencerem e serem uma região melhor”, defende na sua primeira mensagem de Natal enquanto presidente do Governo Regional.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.