Vasco Cordeiro afirma confiança no potencial da juventude

Vasco Cordeiro  afirma confiança no potencial da juventude

 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Out de 2012, 07:39

O candidato socialista à presidência do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, manifestou esta noite a sua confiança no potencial da juventude para ajudar no desenvolvimento da região, anunciando que pretende lançar um programa para promover o emprego jovem.

“Eu acredito no potencial da juventude açoriana e quero trabalhar para fazer funcionar esse potencial”, frisou Vasco Cordeiro, perante centenas de pessoas que encheram o salão da Sociedade Recreativa da Ribeira do Meio, nas Lajes do Pico.

O candidato socialista considerou “decisivo ter um Governo que ajude a juventude a realizar o seu potencial de futuro e não um Governo que diz aos jovens para emigrarem, porque não tem futuro para lhes dar”.

Nesse sentido, assegurou que pretende manter os programas Estagiar L e T, que considerou serem “verdadeiramente essenciais para promover o contacto dos jovens com o mercado de trabalho”, e anunciou que, caso assuma a presidência do executivo regional, pretende criar um programa para “aumentar o emprego dos jovens”.

Este novo programa destina-se a atribuir um apoio financeiro às empresas que contratem jovens, nomeadamente os que terminam os estágios nos programas Estagiar L e T, mas frisou que esse apoio irá diminuindo ao longo do tempo, à medida que as empresas abrangidas vão rentabilizando o trabalho dos jovens e assumindo maior responsabilidade no pagamento dos seus salários.

No Dia Mundial do Idoso, Vasco Cordeiro dedicou também uma atenção especial à terceira idade, assegurando que o projeto de governo que lidera “tem consciência da importância de defender os idosos”.

“O desafio não é apenas o equilíbrio das finanças públicas, o desafio é gerir bem as finanças públicas sem deixar ninguém para trás, especialmente os que mais necessitam”, afirmou.

No comício de campanha no Pico, o candidato socialista abordou algumas questões diretamente ligadas a esta ilha do grupo Central dos Açores, nomeadamente a reativação dos Estaleiros Navais da Madalena, recordando que “muitos julgavam que era sonhar de mais, mas hoje o Pico dá passos seguros para tomar o seu lugar por direito histórico na indústria naval dos Açores”.

Vasco Cordeiro anunciou ainda a intenção de criar um “núcleo museológico da construção naval” na freguesia de Santo Amaro, concelho de São Roque do Pico.

Numa sala onde se encontrava o navegador solitário Genuíno Madruga, que já deu duas voltas ao mundo, o candidato socialista elogiou a coragem e a determinação das gentes do Pico, assegurando que pretende criar condições para “reforçar o papel da ilha na economia do Triângulo (Pico, Faial e S. Jorge), na economia do grupo Central (Terceira, Graciosa, S. Jorge, Pico e Faial) e na economia dos Açores”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.