União Europeia

Valorização do mar entre os projectos de "grande mérito" no arquipélago

Valorização do mar entre os projectos de "grande mérito" no arquipélago

 

Lusa/AO online   Regional   11 de Dez de 2010, 18:25

Os eurodeputados socialistas, que terminaram as suas jornadas parlamentares nos Açores, destacaram hoje um conjunto de projetos de "grande mérito e qualidade" no arquipélago, no plano da inovação, empreendedorismo e novas tecnologias que "correspondem à estratégia da Europa".

“Há uma estratégia nos Açores já muito clara a ser definida, que inclui também a valorização do mar, o aproveitamento das tecnologias ao nível espacial, a investigação aplicada com forte ligação aos interesses das empresas da região. Encontramos também pessoas altamente credenciadas com formação específica do mais alto nível que trabalham em projetos de grande qualidade em qualquer parte do mundo”, afirmou a eurodeputada socialista Edite Estrela. A eurodeputada falava em Ponta Delgada numa conferência de imprensa para balanço das jornadas parlamentares dos deputados socialistas subordinadas ao tema “Açores, um trunfo para a Europa – Os desafios e as oportunidades”. Agricultura, pescas, ciência e inovação tecnológica, emprego e a coesão económica e social foram os assuntos centrais das Jornadas Parlamentares da Delegação Socialista no Parlamento Europeu, que inclui reuniões com responsáveis governamentais e visitas a vários projetos em curso. Segundo Edite Estrela, a região tem também em curso um conjunto de “experiências de boas práticas que merecem ser dadas a conhecer à Europa”, referindo-se ao caso do projeto que permite substituir temporariamente mulheres em licença de maternidade. “Enquanto relatora da revisão diretiva sobre a licença de maternidade vim aqui encontrar argumentos para rebater algumas das objeções que têm sido levantadas na União Europeia por alguns Estados-membros em relação ao alargamento da licença de maternidade num contexto de crise económica, financeira e social. A experiência Berço de Emprego é uma experiência que irei referenciar na Europa como uma boa prática que deverá ser adotada", sustentou. Para o eurodeputado do PS/Açores, Luís Paulo Alves, a visita à ilha de S.Miguel da Delegação Socialista no Parlamento Europeu permitiu "ganhar um arsenal" para discussão das políticas centrais para a região, nomeadamente no plano agrícola e das pescas. Luís Paulo Alves considerou, por outro lado, “não ser admissível que no âmbito da política de coesão existam condicionalismos na atribuição de fundos estruturais por via do incumprimento de metas macro económicas do Estado-membro". “As regiões, neste caso os Açores, não podem ser penalizadas por incumprimento de metas macro económicas , ou seja, a meta do nível do défice e a do endividamento público não deve condicionar os fundos estruturais que chegam aos Açores”, "uma defesa" que Luís Paulo Alves assegurou que "vai ser feita" no âmbito da discussão da política de coesão. Também Edite Estrela considerou que "os países que foram mais afetados pela atual crise global não podem ser penalizados na distribuição dos fundos", que contribuirão para "uma saída mais fácil" da situação. "Concordamos que são precisas medidas de austeridade, mas que têm que se complementadas com medidas viradas para o crescimento económico”, frisou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.