Vacinação gratuita reduzirá em dois terços o cancro do útero

Vacinação gratuita reduzirá em dois terços o cancro do útero

 

Lusa/AO) online   Nacional   10 de Dez de 2007, 14:01

A vacina contra o vírus que causa o cancro do colo do útero, que será gratuita em Portugal para as jovens com 13 anos, reduzirá em dois terços este carcinoma dentro de 20 anos, disse à Lusa um especialista.
       A vacinação gratuita contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV) para as jovens com 13 anos foi hoje anunciada pelo ministro da Saúde.

    Esta vacina deverá abranger em 2008 cerca de 50 mil adolescentes, o que significa para o Estado um custo de 15 milhões de euros, que deverá duplicar para 30 milhões em 2009.

    De acordo com o presidente do colégio de especialidade de Ginecologia e Obstetrícia da Ordem dos Médicos, Luís Graça, a administração desta vacina às jovens com 13 anos é uma medida “correcta” e uma óptima notícia para a saúde pública e a saúde das mulheres.

    O especialista afirmou que a administração da vacina aos 13 anos é “oportuna”, pois, em princípio, as raparigas ainda não iniciaram a sua vida sexual, o que confere uma maior eficácia da profilaxia.

    Por outro lado, aos 12/13 anos existem outras vacinas a administrar, pelo que a data é aproveitada para o combate ao HPV.

    “Tecnicamente, é uma decisão correcta que deverá conduzir às redução de dois terços do cancro do colo do útero em Portugal”, afirmou.

    Actualmente, há em Portugal cerca de 900 casos anuais desta doença, que é responsável por cerca de 300 mortes por ano.

    Na Europa, o cancro do colo do útero é a segunda causa de morte entre as mulheres jovens.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.