Vaca Irina eleita grande campeã do concurso de leiteiras dos Açores

Vaca Irina eleita grande campeã do concurso de leiteiras dos Açores

 

AO/Lusa   Regional   26 de Jun de 2016, 19:13

Com quatro anos "Irina" sagrou-se hoje a "grande campeã" do concurso que elege anualmente as melhores vacas leiteiras dos Açores, evento organizado pela Associação Agrícola de São Miguel.

 

"Foram precisos muitos cuidados para ter uma vaca campeã, nomeadamente uma boa alimentação, além da questão da qualidade genética que conta muito", disse Octávio Melo, "dono" da vencedora, admitindo que tinha esperanças de ter hoje "uma grande campeã, embora a concorrência fosse grande".

A XV edicção do concurso, que decorreu este fim de semana, em Santana, em Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande, reuniu 240 animais da raça Holstein Frísia.

A vaca "Irina", propriedade da sociedade Melosfarm, das Feteiras, concelho de Ponta Delgada, "é uma vaca muito completa. É um bom animal", disse Octávio Melo, indicando que a vaca campeã "produz uma média de 50 litros por dia".

Com o prémio atribuído hoje a "Irina", a Melosfarm já conta no seu palmarés com sete vacas "grandes campeãs", referiu ainda.

O presidente da Associação Agrícola de S.Miguel, Jorge Rita, sublinhou a grande qualidade dos bovinos dos Açores que salientou resultar de uma forte aposta na genética.

"Um trabalho extraordinário que tem sido feito ao longo destes anos em matéria de melhoramento genético. Estamos a falar de um concurso dos melhores que existe a nível europeu, o melhor a nível nacional com uma grande dinâmica apesar das dificuldades que o setor atravessa", disse Jorge Rita, em declarações aos jornalistas.

O dirigente associativo destacou ainda que o sucesso do concurso "serve mais uma vez para provar a todos, e aqueles que estão relacionados com a fileira, e também para quem decide, que a parte do produtor continua a ser feita. Continuamos a produzir com qualidade, a melhorar a qualidade dos animais e a melhorar a qualidade dos alimentos para termos um produto de excelência. E seria importante que todos também fizessem a sua parte no sentido de inverter a situação dramática que vivemos", afirmou Jorge Rita.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.