Valença

Utentes prometem voltar à rua se Governo não recuar no fecho das Urgências


 

Lusa / AO online   Nacional   23 de Abr de 2010, 12:28

O porta-voz dos utentes do Centro de Saúde de Valença garantiu esta sexta-feira que se o Governo não acatar os projectos de resolução aprovados esta sexta-feira, que recomendam a reabertura das Urgências do concelho, os protestos voltarão à rua.
"Vamos esperar para ver se a recomendação é ou não acatada. Se for, pois muito bem. Se não for, os protestos vão voltar à rua, porque, como sempre dissemos, não desistiremos da luta pelas nossas Urgências", disse, à Lusa, Carlos Natal.

A Assembleia da República aprovou hoje os projectos de resolução do PSD e do CDS-PP que defendem a suspensão imediata do encerramento dos serviços de atendimento permanente (SAP), vulgarmente conhecidos por Urgências, de quatro concelhos do distrito de Viana do Castelo, designadamente Valença, Melgaço, Arcos de Valdevez e Paredes de Coura.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.