Universidade e tribunais encerrados nos Açores na sexta-feira


 

Lusa/AO Online   Regional   14 de Jan de 2016, 16:42

Os três polos da Universidade dos Açores vão estar encerrados na sexta-feira, devido às previsões de agravamento do estado do tempo para o arquipélago, o mesmo acontecendo com os tribunais das ilhas dos grupos central e oriental.

O reitor da Universidade dos Açores, João Luís Gaspar, disse à agência Lusa que, face às condições meteorológicas, determinou o encerramento dos polos de Ponta Delgada (ilha de São Miguel), Angra do Heroísmo (Terceira) e Horta (Faial) da Universidade (…) durante todo o dia de sexta-feira.

Por seu turno, o juiz-presidente da Comarca dos Açores, Moreira das Neves, informou que, "face ao agravamento previsível do estado do tempo", todas as instâncias e serviços do tribunal sediados nas ilhas dos grupos central e oriental estarão encerrados na sexta-feira, mas "os serviços urgentes serão realizados".

O Governo dos Açores já tinha também recomendado o encerramento de todos os jardins-de-infância e creches das ilhas dos grupos central (Terceira, Faial, São Jorge, Graciosa e Pico) e oriental (Santa Maria e São Miguel) na sexta-feira.

Foi tembám recomendado o encerramento dos centros de atividades de tempos livres, dos centros de atividades ocupacionais e dos centros de dia, anunciou o executivo.

O Governo Regional determinou, ainda, a não realização neste dia de atividades com alunos nas escolas dos diferentes ciclos nestes dois grupos do arquipélago, decisão que abrange os estabelecimentos públicos de ensino de sete das nove ilhas e estende-se por todo o dia de sexta-feira.

O ciclone ‘Alex’ vai passar a furacão e atingir o grupo central dos Açores na sexta-feira, segundo disse à agência Lusa Carlos Ramalho, meteorologista da delegação regional do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A tempestade tropical Alex "intensificou-se" e, segundo a delegação dos Açores do IPMA, neste momento é “um furacão de categoria 1”, com previsões que apontam para um aumento da intensidade do vento e da agitação marítima, em especial nas ilhas do grupo central.

Devido a essas previsões, o aviso vermelho meteorológico foi atualizado, com a previsão de rajadas de vento que poderão atingir os 160 quilómetros/hora e ondas até 14 metros no grupo central do arquipélago.

Segundo o IPMA, para as cinco ilhas deste grupo o aviso vermelho para chuva vigora entre as 02:00 e as 14:00 de sexta-feira (mais uma hora em Lisboa), enquanto o mesmo aviso para o mar mantém-se entre as 05:00 e as 15:00.

O mesmo aviso vermelho, o mais grave numa escala de quatro, mas para o vento está em vigor entre as 05:00 e as 14:00 de sexta-feira no mesmo grupo.

Para o grupo oriental foi também emitido um aviso vermelho para chuva entre as 02:00 e as 14:00 de sexta-feira e para vento, esperando-se nestas ilhas rajadas até 130 quilómetros/hora entre as 05:00 e as 13:00.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.