Universidade dos Açores cumpriu Plano de Recuperação Financeira

Universidade dos Açores cumpriu Plano de Recuperação Financeira

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Jan de 2018, 14:04

O reitor da Universidade dos Açores disse hoje que a academia cumpriu o Plano de Recuperação Financeira (PRF), mas frisou que o Ministério das Finanças não respeitou a sua parte de assunção dos encargos da dívida.

“Apesar do difícil quadro financeiro, nos anos que se seguiram [à celebração do PRF] a Universidade dos Açores cumpriu com as metas orçamentais previstas no Plano, ajustando regularmente as medidas nele previstas a uma realidade que foi sempre progressivamente melhor conhecida por todos”, declarou João Luís Gaspar.

O responsável pela academia açoriana falava em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, na sessão evocativa dos 42 anos da instituição académica.

João Luís Gaspar lembrou que, em 2012, a Universidade dos Açores contraiu um empréstimo, tendo acordado em 2013 com o Governo da República um plano de recuperação financeira para fazer face às suas dificuldades.

Recordando que a universidade tem, neste momento, um défice zero, como aconteceu em 2016 e 2017, o reitor adiantou que, no ano passado, assegurou “um saldo que lhe permitiu agora garantir a cobertura total dos cerca de 640 mil euros que lhes eram devidos pelo Governo da República no âmbito do acordo de princípio existente e que o Ministério das Finanças se recusou a transferir para a academia”.

“Ao contrário do Governo da República, a Universidade dos Açores cumpriu os seus deveres pagando com verbas próprias, em 2017, o saldo da dívida do referido empréstimo, mas ficaram, por isso, importantes investimentos por fazer”, frisou o reitor.

A presidente do Conselho Geral da academia açoriana, Maria José Gil, declarou, por seu turno, que o objetivo de défice zero “foi conseguido com muito esforço e impôs restrições”.

A responsável salvaguardou que a não consagração da verba do Orçamento do Estado para fazer face aos encargos da dívida “continuará a condicionar as decisões consideradas estruturantes para o futuro da instituição".

O presidente do Governo dos Açores, numa nota lida na cerimónia pelo secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia, reafirmou o apoio financeiro à Universidade dos Açores e aos seus projetos científicos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.