Universidade dos Açores atribui ‘Honoris Causa’ a investigador Vítor Aguiar e Silva

Universidade dos Açores atribui ‘Honoris Causa’ a investigador Vítor Aguiar e Silva

 

Lusa/AO online   Regional   15 de Out de 2017, 10:22

A Universidade dos Açores atribui, na segunda-feira, o título de Doutor ‘Honoris Causa’ ao investigador de Literatura Vítor Aguiar e Silva, que foi professor catedrático, distinguido por diferentes instituições.


A cerimónia de investidura começa às 11:00 locais (mais uma hora em Lisboa), na aula magna da universidade.

Vítor Aguiar e Silva, nascido em 1939, estudou e ensinou na Universidade de Coimbra, onde foi professor catedrático da Faculdade de Letras.

Em 1989, transferiu-se para a Universidade do Minho, de que foi vice-reitor. Aqui foi professor catedrático do Instituto de Letras e Ciências Humanas, e exerceu os cargos de diretor da revista Diacrítica, que fundou, e do Centro de Estudos Humanísticos.

Quando se aposentou, a Universidade do Minho outorgou-lhe o título de professor emérito.

O investigador tem-se dedicado, sobretudo, ao estudo da Teoria da Literatura, área em que o seu trabalho é reconhecido nacional e internacionalmente, bem como da Literatura Portuguesa do Maneirismo, do Barroco e do Modernismo.

Em 2002 recebeu o prémio Vergílio Ferreira, atribuído pela Universidade de Évora, e, em 2007, o Prémio Vida Literária, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores.

Dois anos depois, Vítor Aguiar e Silva recebeu o prémio D. Dinis, da Fundação Casa de Mateus, pela obra “A Lira Dourada e a Tuba Canora: Novos Ensaios Camonianos” e, em 2010, foi distinguido com o primeiro Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores, pela obra “Jorge de Sena e Camões – Trinta Anos de Amor e Melancolia”.

Este livro recebeu, também, o Prémio Jorge de Sena, atribuído em 2011, pelo Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Publicou, entre outros trabalhos, “Para uma interpretação do Classicismo”, “Maneirismo e Barroco na Poesia Lírica Portuguesa”, “Teoria da Literatura”, “Competência Linguística e Competência Literária: Sobre a possibilidade de uma poética gerativa”, “Análise e Metodologias Literárias” e “Camões: Labirintos e Fascínios”.

Foi coordenador do Dicionário Luís de Camões, o primeiro dedicado à vida e obra do poeta, elaborado por especialistas nacionais e estrangeiros.

Entre as várias distinções contam-se, ainda, a Grã-Cruz da Ordem de Instrução Pública e o doutoramento ‘Honoris Causa’ pela Universidade de Lisboa.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.