Política

Universidade de Verão do PSD arranca esta segunda-feira


 

Lusa/AO online   Nacional   30 de Ago de 2010, 11:14

Uma centena de ‘jotas’ juntam-se a partir desta segunda-feira em Castelo de Vide, para mais uma Universidade de Verão do PSD, iniciativa que volta a marcar a “rentrée” oficial do partido.
Com as aulas este ano a cargos de ‘professores’ como o presidente do Tribunal de Contas, que irá falar sobre corrupção, ou o antigo líder do PSD Marcelo Rebelo de Sousa, a semana irá terminar no domingo com o discurso do líder social-democrata, Pedro Passos Coelho.

Uma intervenção que assinalará o regresso do partido ao ‘terreno’ após as férias de verão e, segundo o secretário-geral do PSD, Miguel Relvas, “marcará a linha orientadora do partido nos próximos meses”.

Ao longo da semana, além das ‘aulas’ do presidente do Tribunal de Contas e de Marcelo Rebelo de Sousa, outros ‘professores’ passarão por Castelo de Vide, como o padre Lino Maia, presidente da Confederação Nacional das Instituições Particulares de Solidariedade Social, Carlos Pimenta, ex-ministro do ambiente do PSD, e o presidente do conselho de administração da Vodafone António Carrapatoso, entre outros.

Os jantares-conferência terão este ano como convidados cinco personalidades que são “casos de sucesso com reconhecimento internacional”: o gestor Alexandre Relvas, a presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, o professor catedrático Miguel Maduro, prémio Gulbenkian de Ciência 2010, o gestor Jorge Guimarães e a cientista Elvira Fortunato.

A Universidade de verão do PSD conta todos os anos com cem jovens alunos. Na presente edição, têm uma média de idades de 23 anos, sendo que 40 por cento são mulheres.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.