Universidade de Verão do PSD/Açores "forma" trinta jovens em São Miguel

Universidade de Verão do PSD/Açores "forma" trinta jovens em São Miguel

 

Lusa/AO online   Regional   29 de Ago de 2014, 14:49

A primeira Universidade de Verão do PSD e JSD dos Açores junta, de 12 a 14 de setembro, trinta jovens das nove ilhas açorianas e militantes e não militantes social-democratas para formar "líderes cívicos" e contribuir para o debate político.

 

“Acredito que este projeto vai formar jovens não só na perspetiva partidária, mas cívica”, afirmou hoje o líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, acrescentando que a iniciativa “não é uma réplica pura e simples” de outras, mas uma organização "adaptada à realidade regional".

Na apresentação da iniciativa, que vai decorrer nas Capelas, concelho de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, Duarte Freitas adiantou que surgiram "63 candidaturas", mas serão selecionadas para a primeira edição trinta jovens, o número limite em termos logísticos, "até aos 30 anos, com equilíbrio de género".

Por outro lado, destacou que a iniciativa vai contar com um conjunto de personalidades, "muitas sem compromisso partidário", que vão abordar "grandes questões da região e do mundo", como a autonomia, o mar, a saúde, o desporto, a educação, o emprego e a economia.

Carlos Coelho, presidente do Conselho de Administração do Instituto Francisco Sá Carneiro, responsável pela Universidade de Verão do PSD nacional e que vai dar apoio na realização da Universidade de Verão do PSD/Açores; Armando Rocha, professor da Universidade Católica; Paulo Colaço, da Media Advisor; Teresa Ruel, investigadora do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas; e Álvaro Dâmaso, ex-líder do PSD/Açores, são alguns dos nomes que vão passar por São Miguel, a par de professores da Universidade dos Açores e deputados regionais, nacionais e europeus do partido.

O reitor da Universidade de Verão será Emanuel Macedo de Medeiros, "uma personalidade dos Açores mas de âmbito nacional e internacional", destacou Duarte Freitas, acrescentando que já que foi "fundador e diretor da Liga Europeia de Clubes de Futebol, secretário geral da Liga Europeia de Clubes de Futebol, é embaixador do desporto e lidera um projeto internacional sobre Segurança no Desporto".

“Esta primeira universidade será o pontapé de saída de um projeto que pretende ano após ano marcar a formação da juventude nos Açores. É um projeto ambicioso e o cumprimento de um compromisso que apresentei no último congresso”, sublinhou, acrescentando que a iniciativa pretende "restabelecer o elo entre o PSD/Açores e os açorianos".

O líder do PSD/Açores disse ainda que a iniciativa junta-se a outras que o partido “tem no terreno” junto dos militantes e não militantes para “refletir e preparar o projeto do PSD/Açores para 2016”.

Já o reitor da Universidade de Verão do PSD/Açores disse notar “um défice de debate de cortar à faca e um défice de participação cívica” na região e destacou o caráter "inovador" do projeto para "formar líderes nos vários planos".

"Eu não me resigno com uma taxa recorde de falências das empresas. Não me resigno com uma taxa recorde de desemprego, não me resigno com a taxa de iliteracia, não me resigno com a posição de Açores espetadores", disse Emanuel Macedo de Medeiros.

Também o líder da JSD/Açores, Cláudio Almeida, valorizou a iniciativa, de disse ver como uma aposta na formação dos jovens açorianos e que vai ao encontro das pretensões da estrutura de juventude do partido, alertando também para o “défice de participação política e um alheamento por parte da sociedade".

A Universidade de Verão vai ter transmissão on-line no site do PSD/Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.