UNICEF diz que centros de receção de migrantes estão longe de cumprir normas de proteção infantil

UNICEF diz que centros de receção de migrantes estão longe de cumprir normas de proteção infantil

 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Out de 2015, 12:32

O UNICEF denunciou que as condições dos centros de receção e trânsito de migrantes na Europa estão longe de cumprir normas de proteção infantil e pediu às autoridades europeias que façam um maior esforço neste campo.

 

O porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância e Juventude (UNICEF), Christophe Boulierac, explicou numa conferência de imprensa que a entidade levou a cabo "missões de avaliação rápida" na Hungria e na Grécia e o resultado foi a constatação de que as instalações não cumprem com as normas.

"Os centros de receção e trânsito nesses dois países foram ultrapassados pelos acontecimentos, não têm em conta as necessidades e interesses das crianças e não apresentam espaços e nem atenção adequada", referiu o porta-voz.

Boulierac declarou que o UNICEF está especialmente preocupado com a situação dos menores desacompanhados "que são muito vulneráveis ao risco de exploração e de tráfico".

O porta-voz não pode contabilizar o número de menores não acompanhados detetados, dado que a maioria não se registou junto das autoridades.

Boulierac explicou que uma missão de reconhecimento do UNICEF em centros de receção na Alemanha recebeu "múltiplas denúncias" de violência de género e abusos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.