Um dos filhos de Kadhafi condenado a pagar 392 mil euros a hotel por não pagar conta


 

Lusa / AO online   Internacional   10 de Jul de 2010, 13:38

Um dos filhos do líder líbio Muammar Kadhafi, Al Saadi, foi condenado por um tribunal de Chiavari, Génova (noroeste), a pagar 392.000 euros a um hotel de Rapallo, onde esteve hospedado entre 2007 e 2008 e não pagou a conta.

O tribunal condenou ainda Al Saadi Kadhafi ao pagamento de 5.000 euros de despesas legais, informou hoje o diário Corriere della Sera.

O jornal precisa que o filho de Kadhafi chegou a Rapallo no verão de 2007, quando se falava na possibilidade de assinar pelo clube de futebol genovês Sampdoria.

Segundo o Corriere della Sera, depois de ter passado pelo Perugia e pelo Udinese, Al Saadi realizou alguns treinos no clube genovês, embora não tenha continuado a sua carreira no futebol.

O diário indica que o filho de Kadhafi não pagou a conta correspondente a 40 dias de permanência naquele hotel de luxo entre janeiro e fevereiro de 2008, quando ele e a sua comitiva ocuparam uma suite e vários quartos do estabelecimento.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.