UE clama vitória no final da cimeira do G20

UE clama vitória no final da cimeira do G20

 

Lusa / AO online   Economia   28 de Jun de 2010, 11:09

A União Europeia clamou vitória no final da cimeira do G20 em Toronto, considerando que os seus pontos de vista foram em grande parte adoptados pelos dirigentes dos países ricos e emergentes que participaram na reunião.
"A UE veio a Toronto com uma ordem de trabalhos clara. O resultado da cimeira reflecte uma ampla convergência em torno da perspectiva europeia”, afirmaram numa declaração comum os presidentes da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e do Conselho Europeu, Herman van Rompuy.

A justeza das políticas de austeridade anunciadas desde o início do ano na Europa, que suscitaram alguma inquietação nos Estados Unidos e entre os países emergentes, foi reconhecida pelo G20, que apelou para uma redução dos défices “favorável ao crescimento”.

"Os esforços da UE em prol da estabilização e do crescimento foram bastante bem acolhidos em Toronto”, congratularam-se ainda van Rompuy e Barroso.

"As economias avançadas adoptaram planos orçamentais que reduzirão a menos de metade os défices até 2013 e estabilizarão ou reduzirão a dívida pública relativamente ao PIB até 2016”, refere o texto da declaração final da cimeira do G20.

A chanceler alemã, Angela Merkel, congratulou-se com esta resolução:

“É mais do que eu esperava, é um êxito”, sintetizou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.