Hong Kong

UE apela à contenção e a trabalho conjunto para "solução construtiva"

UE apela à contenção e a trabalho conjunto para "solução construtiva"

 

Lusa/AO online   Internacional   3 de Out de 2014, 11:39

A União Europeia divulgou um comunicado apelando à contenção de ambas as partes e instando a que trabalhem juntas para uma "solução construtiva".

 

“Estamos preocupados com os acontecimentos em Hong Kong e a acompanhar de perto os desenvolvimentos. À luz das manifestações em curso, nós apreciamos a contenção demonstrada por ambas as partes”, refere o porta-voz da Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros, Catherine Ashton, numa nota enviada hoje pela delegação do bloco em Hong Kong e Macau.

“Instamos todas as partes a continuarem a exercitar esta contenção”, diz o comunicado, em que se acrescenta: “Nós encorajamos todas as partes a trabalharem num espírito de compromisso por uma solução construtiva no quadro da Lei Básica [miniconstituição] e do princípio ‘Um País, dois sistemas’ rumo a um sistema eleitoral justo que permita um elevado grau de participação política às pessoas de Hong Kong”.

A declaração surge numa altura em que os estudantes, cujos pacíficos protestos têm tomado conta da Região Administrativa Especial chinesa, concordaram sentar-se à mesa do diálogo com o Governo, enquanto prometem continuar com a sua ação.

Os milhares de manifestantes, na sua maioria jovens estudantes, exigem o recuo do governo de Pequim que limitou a votação do futuro chefe de Governo, em 2017, aos nomes escolhidos por uma comissão eleitoral, contrariando as promessas anteriormente feitas de sufrágio universal.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.