Palestina

UE alerta para decisões precipitadas sobre financiamento da UNESCO


 

Lusa/AO online   Internacional   31 de Out de 2011, 17:43

A União Europeia (UE) convidou todos os membros da UNESCO a manterem o apoio à organização e a não tomarem "qualquer decisão precipitada”, após a admissão da Palestina como membro de pleno direito.
“A União Europeia apela para que todos os membros reflictam e não tomem qualquer decisão precipitada”, referiu um porta-voz da representante da diplomacia comunitária, Catherine Ashton.

A Autoridade Palestiniana foi hoje admitida como membro de pleno direito da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) com 107 votos a favor, 52 abstenções e 14 votos contra dos Estados membros presentes na votação em Paris.

Portugal absteve-se na votação, disse à Agência Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Entre os países que votaram favoravelmente estão Espanha, França, Índia, China e vários países latino-americanos.

Estados Unidos, Alemanha e Canadá, entre outros, votaram contra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.