Tutela não prevê reunião com administração da RTP até conclusão do processo

Tutela não prevê reunião com administração da RTP até conclusão do processo

 

LUSA/AO Online   Nacional   20 de Dez de 2014, 13:52

O ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional não tem prevista qualquer reunião com os membros do Conselho de Administração da RTP até à conclusão do processo de destituição, disse à Lusa fonte do seu gabinete.

A administração da RTP, liderada por Alberto da Ponte, informou que já entregou a pronúncia (defesa) sobre a proposta de destituição feita pelo Conselho Geral Independente (CGI). Em comunicado, o Conselho de Administração da RTP adianta que "aguarda que o Governo analise e pondere todos os factos e argumentos apresentados, bem como o agendamento de uma reunião, na sequência da disponibilidade manifestada para o efeito pelo próprio Governo". Questionada pela Lusa sobre a reunião, fonte do gabinete de Miguel Poiares Maduro respondeu que "o ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional foi muito claro na audição na Assembleia da República e não tem nada a acrescentar" e que, "até à conclusão deste processo, não está prevista nenhuma reunião com os membros do Conselho de Administração da RTP”. Na sua audição na comissão parlamentar para a Ética, a Cidadania e Comunicação, ma quarta-feira passada, o ministro confirmou que tinha retirado a confiança na administração da RTP. "A retirada de confiança ao Conselho de Administração" pelo Governo acontece "na sequência da decisão do Conselho Geral Independente" e "é um reflexo dos próprios estatutos" da RTP, explicou na altura o ministro, adiantando que o Executivo "não tem qualquer poder de reapreciação" da decisão do órgão supervisor. Poiares Maduro acrescentou que "no fundo" cabe ao CGI "mandar na RTP", pelo que "naturalmente, o Conselho de Administração fica sujeito a essa decisão".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.