Turismo resiste à crise mas é preciso melhorar a atratividade

Turismo resiste à crise mas é preciso melhorar a atratividade

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   4 de Fev de 2015, 13:43

A crise económica não afetou Portugal enquanto destino turístico, com indicadores a demonstrarem que houve "um crescimento sustentável", mas é preciso melhorar a atratividade do país, oferecendo serviços exclusivos e produtos que garantam o interesse internacional.

 

As conclusões são de um trabalho que o Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT) realizou nos últimos sete anos dedicado ao desempenho do turismo português, agora publicado na revista Worldwile Hospitality and Tourism Themes, a divulgar no dia 12, em Gaia, distrito do Porto, no 10.º Fórum Internacional de Turismo.

Mas para manter o crescimento neste setor e para que Portugal não seja apenas “um país na moda”, “é necessário ter uma agenda para a ação”, afirmou, em declarações à Lusa, o presidente do IPDT, Jorge Costa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.