Tufão "Bopha" provocou mais de 200 mortos nas Filipinas

Tufão "Bopha" provocou mais de 200 mortos nas Filipinas

 

Lusa/AO online   Internacional   5 de Dez de 2012, 08:38

As autoridades filipinas elevaram esta quarta-feira para mais de 200 o número de mortos nas inundações e deslizamentos de terras causados pelo tufão "Bopha" no sul do país, onde há mais de 120.000 deslocados.

A agência de notícias AFP reportou um total de 238 mortos.

A quase totalidade das vítimas mortais foi registada nas províncias de Valle de Compostela e Davao Oriental, no leste da ilha de Mindanao, onde o tufão tocou terra na terça-feira com ventos de cerca de 175 quilómetros por hora e chuvas intensas.

O tenente-coronel Lyndon Paniza disse à AFP que 142 pessoas morreram e 241 foram dadas como desaparecidas na localidade de New Bataan, na ilha de de Mindanao.

O tufão "Bopha", batizado de "Pablo" pelos meteorologistas filipinos, é o mais forte registado este ano no arquipélago das Filipinas.

A manter a rota atual e segundo a carta da tempestade disponível no Observatório de Hong Kong, o "Bopha" irá continuar a subir em direção ao continente chinês entrando em terra num ponto a cerca de 200 a 400 quilómetros a este de Macau e Hong Kong.

Em média, as Filipinas são atingidas anualmente por cerca de 20 tufões. O "Bopha" é o 16.º de 2012.

Em 2011, o país foi abalado por 11 tufões, que provocaram mais de 1.500 mortos e afetaram cerca de 10% da população.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.