Tsipras diz que a Europa já não é o centro do mundo

Tsipras diz que a Europa já não é o centro do mundo

 

Lusa/AO online   Economia   19 de Jun de 2015, 17:55

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse na Rússia, onde se deslocou para participar num fórum económico enquanto o seu país prossegue negociações com os credores, que a Europa já não é o centro do mundo.

 

“O mundo mudou depois da crise de 2008. Na Europa temos a ilusão de que somos o umbigo do mundo, cooperando apenas com os nossos vizinhos diretos. Mas o centro do mundo mudou de lugar, há novas forças a nível político e económico. As relações internacionais adquiriram um caráter multipolar”, afirmou Tsipras, durante uma intervenção no Fórum Económico de São Petersburgo (Rússia).

O primeiro-ministro helénico sublinhou ainda que “a União Europeia deve regressar aos seus princípios de solidariedade e justiça social” e que o problema grego “não é um problema grego, e sim europeu”.

O chefe do Governo grego classificou a política económica de “apertar o cinto”, imposta por Berlim e Bruxelas, como “um caminho que não leva a lado nenhum”.

“Estamos no meio de uma tempestade, mas somos um povo que sabe lidar com o mar e a tempestade não nos assusta, nem a possibilidade de descobrir novos oceanos e chegar a portos mais seguros”, salientou o líder grego sobre as pressões exercidas sobre a Grécia e o seu Governo pelos parceiros europeus.

Tsipras, que definiu o seu país como “um amigo histórico da Rússia”, também abordou a crise na Ucrânia e as sanções adotadas pela União Europeia contra a Rússia.

“A crise na Ucrânia abriu uma ferida no coração da Europa, uma ferida de instabilidade. É um mau sinal para as relações internacionais, porque iniciou na região processos que levam à guerra, à militarização e às sanções”, frisou, apelando a um fim rápido das sanções.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.