Trump promete "América primeiro" em discurso inaugural

Trump promete "América primeiro" em discurso inaugural

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   20 de Jan de 2017, 16:03

O presidente dos EUA, Donald J. Trump, disse no seu discurso inaugural que cada decisão tomada durante o seu mandato "será feita para proteger os trabalhadores americanos e as famílias americanas".

"[Esta] proteção levará a grande prosperidade e força. Vou lutar por vocês (...) e nunca vos vou desiludir. A América vai começar a ganhar de novo, a ganhar como nunca antes. Vamos trazer de volta empregos. Vamos trazer de volta fronteiras. Vamos trazer de volta riqueza. E vamos trazer de volta os nossos sonhos", disse o republicano.

No discurso, feito em frente ao Capitólio, o republicano declarou que, “deste dia em diante, será América primeiro, América primeiro” e descreveu "duas regras simples": "Comprar americano e contratar americano".

“América primeiro” não é uma frase original. Foi usada por Charles Lindbergh e por um grupo a que o aviador pertenceu durante a segunda Guerra Mundial que era conhecido pela sua ideologia nativista e isolacionista.

Donald Trump disse, no entanto, que a sua posse não significa apenas "transferir o poder de um partido para o outro”.

“Estamos a transferir o poder de Washington, D.C., e a devolvê-lo a vocês, o povo”, disse, explicando que a classe dominante geriu o país tendo em conta apenas os seus interesses e “as pessoas pagaram os custos.”

“A classe estabelecida protegeu-se a si mesma, mas não os cidadãos do nosso país. As suas vitórias não têm sido as vossas vitórias. Os seus triunfos não têm sido os vossos triunfos”, explicou, garantindo que “esta carnificina americana para aqui e para agora".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.