Tribunal determina prisão preventiva de José Sócrates

 Tribunal determina prisão preventiva de José Sócrates

 

Ana Carvalho Melo   Nacional   24 de Nov de 2014, 20:28

O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal aplicou esta terça-feira a prisão preventiva a José Sócrates como medida de coação, no âmbito de um processo por crimes económico

A informação foi avançada pelo advogado de  José Sócrates à saída do Campus de Justiça, em Lisboa.

João Araújo disse aos jornalistas que "a decisão é profundamente injusta e injustificada" e que irá "interpor recurso".

José Sócrates está indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção

Depois de ter sido detido na sexta-feira à noite, no aeroporto de Lisboa, José Sócrates começou a ser interrogado no domingo, e esta terça-feira foi-lhe determinada a prisão preventiva num processo por suspeitas de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção.

Além de José Sócrates, foram também detidos o antigo administrador do grupo Lena de construção Carlos Santos Silva, o motorista do ex-governante João Perna e o advogado Gonçalo Trindade Ferreira.

 

Notícia atualizada às 21h56



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.