Tribunal de Hong Kong condena homem que matou e cozinhou pais

Tribunal de Hong Kong condena homem que matou e cozinhou pais

 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Mar de 2015, 11:28

Um homem de Hong Kong acusado de matar, desmembrar, temperar e cozinhar os pais foi condenado por dois homicídios.

 

Durante os 20 dias de julgamento, o tribunal ouviu como Henry Chau, de 31 anos, desmembrou os pais idosos, antes de cozinhar e colocar partes dos corpos em marmitas, "como porco assado".

As cabeças de Chau Wing-ki, de 65 anos, e da mulher, Siu Yuet-yee, de 62, foram encontradas em março de 2013, metidas em dois frigoríficos num apartamento ensanguentado, dias depois de terem sido dados como desaparecidos.

Outras partes dos corpos foram encontradas num caixote do lixo, dentro de marmitas com arroz.

O tribunal de Hong Kong considerou Chau culpado nas duas acusações de homicídio, de acordo com o jornal South China Morning Post.

A sentença de Chau vai ser anunciada na segunda-feira, acrescentou o diário da antiga colónia britânica.

Inicialmente, Chau disse à polícia que os pais se tinham deslocado à China continental, mas posteriormente admitiu o duplo homicídio num grupo de mensagens na internet.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.