Tribunais e algumas câmaras nos Açores encerram esta tarde "por cautela"

Tribunais e algumas câmaras nos Açores encerram esta tarde "por cautela"

 

Lusa/AO Online   Regional   14 de Dez de 2015, 12:33

Todas as secções dos tribunais do arquipélago dos Açores, distribuídas por oito das nove ilhas, vão encerrar hoje à tarde por cautela face ao agravamento do estado do tempo no arquipélago, assim como algumas câmaras.

“Face ao agravamento previsível do estado do tempo para a tarde e as preocupações que isso gera em toda a gente, impõem elementares razões de cautela que se encerrem os serviços do tribunal da parte da tarde de hoje, sem prejuízo de ser assegurado o serviço urgente”, refere o despacho assinado pelo juiz presidente da Comarca dos Açores, José Moreira das Neves.

O comunicado adianta, ainda, que será determinado quem são os funcionários que em cada núcleo da secretaria judicial irão assegurar o serviço urgente.

Segundo o juiz Moreira da Neves, “já são visíveis os estragos causados pelo mau tempo, com o derrubamento de um painel publicitário” junto ao Palácio da Justiça em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

Ao nível do poder autárquico, as câmaras da Lagoa e Ribeira Grande, em São Miguel, e Lajes do Pico, na ilha do Pico, decidiram encerrar durante a tarde, adiantaram à Lusa fontes municipais.

Quanto à Câmara da Praia da Vitória, na ilha Terceira, o presidente da autarquia informou que “os serviços operacionais serão mantidos para garantir o apoio ao nível de proteção civil” e “serão garantidos os serviços mínimos” administrativos.

As ilhas de Santa Maria e São Miguel, no grupo oriental do Açores, estão hoje sob aviso vermelho devido à previsão de vento forte e agitação marítima, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o instituto, estas duas ilhas vão estar sob aviso vermelho até às 24:00 de hoje (menos uma hora nos Açores) devido à previsão de vento forte, com rajadas da ordem dos 130 quilómetros por hora, podendo em alguns locais atingir os 150 quilómetros por hora.

As ilhas do grupo oriental vão estar também sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste de seis a oito metros, aumentando para nove a dez metros e podendo, pontualmente, atingir os 15 metros.

O aviso vermelho, o mais grave numa escala de quatro, é identificado pelo IPMA como uma situação meteorológica de risco extremo, devendo as pessoas acompanharem a evolução das condições e seguir as orientações da Proteção Civil.

O IPMA colocou também o grupo central (ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Faial e Pico) sob aviso laranja – segundo mais grave - devido à previsão de chuva (até às 15:00 de hoje) e vento forte (até às 24:00), passando depois a aviso amarelo.

Já o grupo ocidental (ilhas das Flores e Corvo) está sob aviso amarelo até às 15:00 devido à previsão de chuva forte acompanhada de trovoada e vento forte.

Devido ao mau tempo, a secretaria Regional da Educação e Cultura anunciou no domingo o encerramento, no dia de hoje, das escolas de sete das nove ilhas e a secretaria da Solidariedade Social recomendou o fecho de todas as creches e jardins-de-infância.

Também a Universidade dos Açores encerra hoje os polos de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.