Três tripulantes resgatados de veleiro que sofreu danos em colisão com baleia nos Açores


 

LUSA/AO Online   Regional   22 de Mai de 2017, 21:53

Três tripulantes foram hoje resgatados de um veleiro com bandeira do Reino Unido que sofreu danos ao colidir com uma baleia ao largo dos Açores, numa área cuja responsabilidade de salvamento é portuguesa, informou a Marinha.

Em comunicado, a Marinha adianta que “o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, em articulação com a Força Aérea Portuguesa, coordenou uma operação de resgate de três tripulantes de nacionalidade britânica, com idades compreendidas entre os 41 e os 61 anos, do veleiro ‘Destiny of Scarborough’”. O veleiro encontrava-se a navegar a cerca de 356 milhas (662 quilómetros) a nordeste da ilha Terceira, Açores, tendo sofrido “danos causados pela colisão com uma baleia”, refere o comunicado. “Para proceder à evacuação foram acionadas uma aeronave C-295 da base das Lajes e um P3-C da base de Beja, para localizar e acompanhar as operações de salvamento”, tendo o resgate sido efetuado cerca das 15:13 locais (mais uma hora em Lisboa) pelo navio mercante “Justice”, de bandeira da Libéria, que de seguida rumou para o porto de Avilês no norte de Espanha, com os três tripulantes de “boa saúde”. Segundo fonte da Marinha, aquele porto espanhol é o destino do navio mercante, onde desembarcará os tripulantes. Na operação esteve envolvido o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, o Centro Coordenador de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes e, além daquelas aeronaves da Força Aérea Portuguesa e do navio mercante, a corveta “Jacinto Cândido” da Marinha.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.