Três pessoas detidas pelo rapto de um albino no norte de Moçambique


 

Lusa/AO online   Internacional   4 de Ago de 2015, 12:17

Três pessoas foram detidas por indícios no rapto de um albino na província de Nampula, norte de Moçambique, num alegado caso de tráfico humano, informou a Polícia da República de Moçambique (PRM), citada pelo jornal Medifax.

 

Segundo o comandante da PRM no distrito de Ribauè, em Nampula, Agostinho Namahala, a vítima, de 22 anos, foi mantida em cativeiro durante duas semanas pelos três homens, após ter sido convencida a segui-los para a cidade de Nampula, capital da província.

A polícia suspeita que o grupo pretendia traficar a vítima, num momento em que as autoridades locais registam o aumento de casos de perseguição de albinos nas zonas mais recônditas do norte de Moçambique para rituais supersticiosos.

Em várias partes do continente africano, os albinos têm sido vítimas de homicídio para a extração de órgãos por pessoas que acreditam que podem ficar ricas se forem tratadas com partes do corpo de albinos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.