Transplantes com órgãos de dadores vivos representam 10 por cento do total


 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Set de 2010, 18:45

A Autoridade de Transplantação anunciou esta terça-feira que, em Portugal, apenas 10 por cento dos transplantes são feitos com órgãos de dadores vivos, um número considerado baixo em relação à Europa.
Este é um dos temas que vai dominar o IX Congresso Luso Brasileiro de Transplantação, a realizar no Porto, em Outubro.

O encontro reúne especialistas de todo o mundo em torno da discussão dos problemas que se colocam no dia dia nas várias áreas da transplantação, bem como dos avanços científicos mais actuais e desafios para o futuro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.